5 techniques to speak any language- by Sid Efromovich

Recentemente eu estava navegando pelo youtube olhando vídeos sobre idiomas e formas de aprendê-los e encontrei um que me chamou a atenção logo de cara, pois o título por si só já é um grande atrativo para qualquer um que ame aprender idiomas, assim como eu. Ele se chama: 5 techniques to speak any language. No começo do vídeo eu imaginei que seria algo como sempre ouvimos e lemos, algo genérico como, leia muito, ouça muito, fique em contato com o idioma (ele falou sobre isso no vídeo), mas conforme o vídeo foi passando eu consegui ver que se tratava de algumas coisas que realmente não pensamos quando estamos nesse processo mas faz uma grande diferença no nosso conceito sobre aprendizagem de idiomas, embora até eu mesma não tentar aplicar essas técnicas, eu achava que não iria funcionar, mas depois de usá-las consegui ver meu próprio processo de aprendizagem mudar e melhorar.
Sem mais delongas, vamos falar sobre essas 5 técnicas que o Sr. Sid Efromovich destacou em seu vídeo.

1- Cometa erros. No vídeo ele mostra que durante nossa vida somos ensinados a fazer as coisas da maneira correta, faça assim, faça assado, assim está errado, assim está certo. Em quase todas as situações da vida o aprendizado de coisas novas segue esse padrão, e isso é ótimo, pois queremos que um neurocirurgião, por exemplo, faça seu trabalho bem feito e de preferência sem erros, mas quando se trata de idiomas isso não deve acontecer! Ninguém fala um idioma de maneira super correta, nem mesmo nativos, então permita-se cometer erros.

2- Fragmente o idioma estrangeiro. A segunda técnica me fez lembrar da minha querida professora de inglês da sétima série escrevendo no quadro negro a seguinte frase: “What is your name?” e logo em seguida ela propõe a um aluno que leia a frase, porém ele diz que não compreende a relação entre aquelas letras e seus respectivos sons. Mais do que rapidamente a querida professora escreve no quadro a seguinte anotação abaixo da frase anterior: “Uat is ior neime”. Assim como minha professora, no vídeo, Sid Efromovich explica que usar o alfabeto estrangeiro quando se está aprendendo um idioma muitas vezes atrapalha mais do que ajuda, pois usamos sempre o alfabeto de nossa língua nativa como base para a relação entre letras e sons, então buscar fazer essas relações entre os sons e a forma escrita do idioma nativo com o idioma alvo vai ser uma ajuda valiosa para o aprendizado.

3- Encontrar um ajudante criterioso. Encontrar alguém que seja detalhista vai te ajudar a não insistir nos erros, então apesar de você cometê-los, você não vai parar neles, mas sim avançar no seu aprendizado. Essa pessoa pode ser seu professor, um amigo, um parceiro de idioma que você encontrar aqui no Verbling e assim por diante.
4- Conversas no banho. Exatamente isso! Quando fazemos isso, algo incrível acontece, nós simplesmente temos que construir os dois lados da conversa, então aprendemos tanto a parte de perguntar como de responder, o que facilita muito o desenvolvimento da conversação. Particularmente achei a melhor dica sobre aprendizagem de idioma, pois descobri que era exatamente isso que me ajudava a avançar nos idiomas que eu estava/estou aprendendo (eu faço isso a muito tempo).Sendo assim ninguém pode dar a desculpa de que não consegue aprender algum idioma por não ter com quem praticar, vá em frente e tenha muitas, mas muitas conversas de banho!

5- A fórmula do parceiro de idiomas. Sobre essa última técnica de aprendizado, é interessante encontrar um idioma em comum (que você esteja aprendendo) com outra pessoa e simplesmente conversar usando essa língua. Dentro deste último ponto, algo que se torna muito útil para o aprendizado é encontrar um parceiro de idioma para conversar em uma língua em que as pessoas ao redor não entendem, e assim você tem um caminho livre para treinar o idioma, cometer erros e ainda ter a comodidade de ter uma conversa privada no meio de outras pessoas.
E para concluir as 5 técnicas fantásticas, faço minhas as palavras do Sr. Sid Efromovich, que disse: “Depois disso chegamos a um lugar realmente bonito, onde aprender idiomas estrangeiros já não é algo estressante, difícil e chato, mas um mundo de possibilidades. Um mundo, onde teremos a oportunidade de explorar novas culturas e todas as diferentes formas de viver. E o mais gratificante é que com isso aprendemos mais sobre nós mesmos. A partir de agora, tudo pode soar grego para vocês, mas isso não significa que vocês não podem aprender. “Uma jornada de mil milhas começa com um pequeno passo”, mas isso não é um problema, porque agora vocês sabem como caminhar”

Recently I was browsing youtube looking at videos about languages ​​and ways to learn them and I found one that caught my attention right away, because the title alone is already a great attraction for anyone who loves to learn languages, just like me . His name is: 5 techniques to speak any language.
At the beginning of the video I imagined that it would be something like we always listen and read, something generic like, read a lot, listen a lot, stay in touch with the language (he talked about it in the video), but as the video went by I was able to see it was about some things that we did not really think about when we were in the process but it made a big difference in our concept of language learning, even though I did not try to apply those techniques myself, I did not think it would work, but after using them see my own learning process change and improve. Without further ado, let's talk about these 5 techniques that Mr. Sid Efromovich highlighted in his video.

1- Make mistakes. In the video he shows that during our life we ​​are taught to do things the right way, do so, do roast, so it is wrong, so it is right. In almost every situation in life the learning of new things follows this pattern, and that is great because we want a neurosurgeon, for example, to do his job well and preferably without errors, but when it comes to languages ​​this should not to happen! No one speaks a language super right, not even native, so let's make mistakes.

2- Scrap the foreign alphabt. The second technique reminded me of my beloved seventh grade English teacher writing the following sentence on the board: "What is your name?" And then she proposes to a student to read the sentence, but he says he does not understand the relationship between those letters and their respective sounds. More than quickly the dear teacher writes on the board the following annotation below the previous sentence: "Uat is ior neime". Like my teacher,in the video, Sid Efromovich explains that using the foreign alphabet when learning a language often disturbs more than help, because we always use the alphabet of our native language as the basis for the relationship between letters and sounds, so seeking to make these relationships between the sounds and the written form of the native language with the target language will be a valuable aid to learning.

3-Find a stickler. Finding someone who is detail will help you not to insist on mistakes, so even though you make them, you will not stop at them, but rather advance in your learning. That person can be your teacher, a friend, a language partner you find here in Verbling and so on.

4- Shower Conversations. Exactly! When we do this, something incredible happens, we simply have to build both sides of the conversation, so we learn both the question and the answer part, which greatly facilitates the development of the conversation. I particularly found the best tip on language learning, because I discovered that it was precisely this that helped me to move forward in the languages ​​I was / are learning (I do this a long time ago). So no one can give the excuse that they can not learn some language because you have no one to practice with, go ahead and have many, many bath talks! 5- Buddy Formula. About this last learning technique, it is interesting to find a common language (that you are learning) with another person and simply talk using that language. Within this last point, something that becomes very useful for learning is finding a language partner to talk in a language where the people around you do not understand, and so you have a free way to train the language, make mistakes and still have the convenience of having a private conversation in the midst of other people. And to conclude the 5 fantastic techniques, I make mine the words of Mr. Sid Efromovich, who said: "After that we arrived at a really beautiful place, where learning foreign languages ​​is no longer something stressful, difficult and annoying, but a world of possibilities . A world where we will have the opportunity to explore new cultures and all the different ways of living. And the most gratifying thing is that with this we learn more about ourselves. From now on, everything may sound Greek to you, but that does not mean you can not learn. "A journey of a thousand miles begins with a small step," but this is not a problem, because now you all know how to walk.
February 5, 2019